quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

A cada manhã

Relógio tocou, eram 05:00 da manhã. Era uma madrugada fria e repleta de estrelas brilhantes no céu. Lá estava ela, a lua imponente com seu brilho cálido e doce. O céu logo começaria a revelar o tom alaranjado da manhã, o sol surgiria e a lua e as estrelas dormiriam.

Para ela era o momento mais bonito do dia. Lua e Sol se encontrando. Opostos dividindo o mesmo espaço.

Ela sorriu ao ver os pequenos raios de sol a surgir, pegou sua xícara de chá, enrolada em seu cobertor sentou-se na varanda. Ficou pensativa, imaginando quantos estariam dormindo ainda, perdendo aquele espetáculo da natureza.

Ela sabia que era diferente, a maioria das pessoas a chamariam de louca por acordar tão cedo só para ficar ‘olhando’ o céu. Mas não era só isso, aquele momento lembrava sua infância, seu avô que era apaixonado por estrelas, pelos mistérios contidos no universo.

Desde então ela sempre acordava para ver o sol nascer. Se estava triste, tudo passava. Se estava alegre, ficava ainda mais. Se havia dúvida, era o momento de colocar tudo no lugar.

Olhou o relógio, já eram quase 06:00 da manhã, as horas passavam rápido ali. Logo já iria para o trabalho e enfrentaria todos os dragões que a aguardavam. Mas não tinha medo dos desafios, cresceu enfrentando muitos. Vencendo alguns, foi derrotada por outros, fazia parte da vida.

Olhou mais uma vez para o céu e sorrindo agradeceu a Deus por mais um dia. Levantou-se e entrou, largou a xícara vazia na cozinha e começou a se preparar enfrentar mais um gigante, lembrou-se então dos ensinamentos do seu avô: “ É na manhã que tudo se faz novo. Mesma história, em uma nova página e você define o que vai escrever nela.

3 comentários:

Gaby Soncini disse...

A cada manhã é uma promessa.

Que lindo Pri *__*

Beijos!

Karina Assunção disse...

A cada manhã, as misericórdias se renovam!!
Hoje tem Sapatos exclusivos de noiva no MP:
mariaphyna.blogspot.com
Bjim

*May Lopes disse...

O tempo passa e vc tem escrito cada vez melhor!
Beijos!