quinta-feira, 15 de julho de 2010

Onde estão?

Há momentos que surgem pensamentos que eu não gostaria de pensar e sentimentos que eu não gostaria de sentir. Eles só fazem surgir um aperto no peito e uma vontade imensa de chorar...
São coisas que eu gostaria que estivessem longe da minha cabeça e do meu coração, porém, às vezes, não é possível controlá-los. Por mais que tente esquecê-los, eles estão ai, são reais e me entristecem profundamente.
O nome disso é: INDIFERENÇA.
Para mim o pior sentimento do mundo!
E se tem algo que não consigo ser é indiferente. Eu choro, sofro e sinto...

Eu olho para as ruas, tantas vidas perdidas, sem rumo, abandonadas...
Eu vejo as crianças, sofridas, abusadas e sem esperança...
Eu vejo tanta falta de respeito, amor e compaixão...
AHHHH!

Onde estão aqueles que fazem diferença? Os que brilham na escuridão?
Onde estão aqueles que não se submetem as imposições do mundo?
E vão de encontro à multidão?

Eu sei a palavra diz: “Nos últimos dias o amor de muitos esfriaria...” é só olhar em volta e perceber que isto é real.
Porém eu não quero ser assim e por mais que às vezes a chama não esteja tão viva quanto antes, eu não ACEITO permanecer assim e NÃO quero ficar dessa forma!! Não aceito ser indiferente, egoísta e pensar apenas em mim!
Há centenas de vidas lá fora que necessitam de apoio, abraços, incentivo, precisam de vida! Eu não sou resposta para o mundo, mas conheço Aquele que é!
Entretanto é preciso deixar a luz Dele brilhar, hoje nós somos os pés, os braços, os olhos de Deus na terra e se não permitirmos que Ele nos use como poderemos fazer diferença?

Portanto, de que adianta ter um tesouro e escondê-lo? Ou colocar um pano sobre a luz?Eu serei mais uma que não sente e que não chora e eu sinceramente não sei e não quero ser assim...



Somos Teus pés, andando em toda parte
Somos Tuas mãos curando e abençoando
Somos Teus olhos a procura dos aflitos
Somos Tua boca, proclamando o Reino de Deus.”
Trabalhadores, Daniel Souza


E será que temos sido...?

11 comentários:

Emili disse...

Tuas palavras foram verdadeiras e fortes. Concordo com tudo que li.
A música que colocaste no final me fez lembrar de outra: Eu quero ir do Lucas Souza.
Pedimos pra Deus nos fazer vasos transbordantes pra que possamos ir aos lugares pra fazer a diferença, porém, aqui no lugar onde estamos não somos os olhos, os pés e nem as mãos solidárias de Deus, a não ser quando convém.
Desejo que Deus abençoe tua vida!
Beijo no coração

Fabrícia Nunes disse...

Linda!!!!!! preciso falar com vc..........teria como me add no msn bibishammah@hotmail.com ou me passar um email que consigo falar com vc.
Bjs

Fabricia

Ana Paula Faoth disse...

Que menina com coração de ouro você é...tão preocupada com o próximo, quase não existem mais pessoas como você.Parabéns...

Gaby Soncini disse...

Também não consigo ser indiferente, vejo, sinto, choro, fico me perguntando o que fazer, os porquês, é complicado ver a indiferença, é complicado ver a falta de vida que anda por ai.
É bom saber que ainda existem pessoas que se preocupam como você, e que não estamos sozinhos.

Grande Beijo.

Pensamentos e sentimentos escritos disse...

Lindo texto, bem reflexivo!

É pura verdade!
Chega doer o coração ver tanta indiferença e acepção no mundo.
As vezes perdemos tanto tempo nos preocupando com o que vestiremos, o que comeremos, pra onde iremos, enquanto existem vidas la fora que estão padecendo por não ter o que comer, o que vestir, por não ter pra aonde ir e nem ninguém pra contar e ajudar.
E nós...aqui no mesmo lugar, na mesmice perdendo tempo com tudo de valor que daqui da terra não sairá.
Existe coisa mais importante na vida...
Existem vidas!
Existem almas a ganhar pra Deus!
Existem pessoas querendo paz, amor, aconchego ou apenas um ouvido pra ouvir uma palavra que mudará pra sempre a sua história.

-Refleti mto com seu texto!
Que Deus continue te abençoando cada vez mais....

bjãO linda!

*May Lopes disse...

Lindo texto hem...
=)
BjãO

Esther Overcoming disse...

"Onde estão os filhos de Deus, que como Jesus se manifestarão???"

É preciso AGIR!!!

bjs

Thiago Sanguebsche disse...

Disse tudo Pri!!!

Às vezes me envergonho de mim mesmo, pois quero ajudar, mas falta coragem, falta empenho, falta determinação. E no fim sempre acabo culpando o tempo e dizendo: "quando eu estiver... daí sim vou poder..."

Eu quero fazer a diferença e não ficar me lamentando em ver tal situação.

Obri Pri! Vc me deu uma resposta que eu precisava!!! Deus te abençoe bailarina!!!

Bjs!!!

Jefferson Araújo. disse...

precisamos ser a diferença, e fazê-la princinpalmente nos pequenos atos.
Um olhar; uma conversa; um sorriso; um simples 'bom dia'.

Precisamos ser Luz e Sal.

e como diz a canção:
'me mostre pr favor, onde estão os frutos e eu os comerei.'

O mundo muda, quando nós mudamos!

adoro passar por aqui, e jah estava com saudades!!!

Diego! disse...

A indiferença muitas vezes está em nossos olhos .
Acredito que todos se importam de alguma maneira. Tenho fé nisso!

Toscana disse...

Pri, pensamentos ruins nos vem a todo momento, não só por coisas que acontecem com a gente, mas tbm por coisas que vemos acontecer com as outras pessoas. Eu exclui uma postagem que fiz no meu blog sobre dias de chuva, mas antes li e agradeço o comentario que tu fez. Não tenho porque ficar triste nos dias de chuva (hoje é um deles) pois tenho pra onde voltar, pra onde ir, com quem ir e tenho até quem me leve (Deus), então de agora em diante no meu blog só tera coisas bonitas, e ao invés de ficar me lastimando, vou tentar fazer alguma coisa por mim e pelas outras pessoas. Um beijo grande no teu coração. Gosto muito de ti.